ROTA DO LAGARTO SE DESTACA PELAS PAISAGENS NO ESPÍRITO SANTO

Um dos roteiros de turismo rodoviário mais bonitos do Brasil fica na região das serras capixabas. Chamada de a “Rota Romântica”, ela abriga a rural e paisagística Rota do Lagarto, que tem início no km 88 da BR 262 – no exato lugar onde se encontra a Pousada Peterle, que também é ótimo restaurante – e se estende por mais ou menos 7 quilômetros até a Rodovia ES 164.

Compartilhe:
13 de novembro de 2020
 Um dos roteiros de turismo rodoviário mais bonitos do Brasil fica na região das serras capixabas. Chamada de a “Rota Romântica”, ela abriga a rural e paisagística Rota do Lagarto, que tem início no km 88 da BR 262 – no exato lugar onde se encontra a Pousada Peterle, que também é ótimo restaurante – e se estende por mais ou menos 7 quilômetros até a Rodovia ES 164.

O nome “artístico” é quase autoexplicativo. Além de dar acesso à portaria do Parque Estadual da Pedra Azul, em quase toda a extensão do pequeno e sinuoso roteiro rodoviário você terá a visão da exuberante Pedra e da famosa Pedra do Lagarto, que inclusive dá nome a uma das pousadas mais charmosas e conceituais do país.

Esse já seria um forte argumento cenográfico para justificar o título de “um dos trechos rodoviários mais bonitos do Brasil“. Mas não é o único. Do início ao fim da rota, o que não falta é cenário de cair o queixo. Cavalgadas, passeios de quadriciclo, arvorismo e ecoterapia são algumas das atividades indispensáveis para tirar o turista urbano da sua rotina e proporcionar um banho de verde e ar puro.whatsapp-image-2020-11-13-at-09-57-36

Nos primeiros dois mil metros da estrada, a densidade da mata nos dois lados da via faz você se sentir num túnel verde, com a Mata Atlântica se apresentando em sua maneira mais pura. Esse trecho talvez seja o mais bonito – a rodovia é sinuosa e bem estreitinha, com pontos em que só há passagem para um carro e, ao contrário do restante da estrada, ela resistiu ao asfalto, preservando os seus paralelepípedos.

Isso faz toda a diferença no conjunto visual da obra. Querendo ou não, você é obrigado a reduzir a velocidade e apreciar a paisagem. Esse realmente é o conceito de estrada-parque, muito utilizado no interior dos Estados Unidos e em muitos países da Europa. O conceito geral desse roteiro é a contemplação.whatsapp-image-2020-11-13-at-09-57-37

Aproveite para respirar o ar puro, fazer fotografias únicas, filmar paisagens desconcertantes e se entregar ao barulho absoluto da natureza, com abundância de pássaros e aves de todas as cores e tamanhos.

À medida que a gente vai se aproximando da entrada da Pousada Pedra Azul um corredor de pinheiros e bambuzais toma conta das margens da estrada. A sensação térmica à sombra das árvores diminui sensivelmente e o frescor do vento te convida a desligar o ar-condicionado e baixar a janela do carro. Aliás, uma dica interessante seria o parque prover os turistas de carros elétricos, para ajudar a manter o equilíbrio total e harmonioso dessa natureza perfeita.

Nesse cenário bucólico, o turista pode encontrar plantações e vendas de morangos orgânicos, orquídeas de todas as cores e comprar geleias e produtos coloniais. Antes de terminar, alguns pequenos produtores produzem verduras de um colorido intenso.

Bem na portaria do Parque Estadual, há uma meia dúzia de lojinhas descoladas que comercializam artesanatos, produtos coloniais e um centro de atendimento ao turista com exposição e informações importantes. Ali também há um ponto de apoio para banheiros, estacionar o seu carro, e ter o primeiro impacto com a Pedra Azul, que na verdade pode ser cinza, amarelada, esverdeada ou até roxa, dependendo da incidência do sol sobre a mesma.

Do amanhecer ao pôr do sol, o turista pode vê-la de cores distintas, mas de um esplendor imenso. Não nos cansamos de olhar, filmar e fotografar obra tão prima que representa tão bem uma das regiões paisagísticas mais incríveis do Brasil e do Espírito Santo.

Ver o tanto de Mata Atlântica que deu lugar a casas e fazendas dói um pouco. Mas, graças à onipresença da Pedra do lado esquerdo e à ação criativa dos proprietários de empreendimentos turísticos, ainda há muita beleza para se apreciar pelo caminho.

Continuando o passeio, dependendo da época da sua visita, você vai se deslumbrar com as dezenas de ipês que encontrará ao longo do trajeto. Especialmente se for tempo de floração, além das hortênsias, que explodem seu intenso colorido, principalmente no entorno da Pousada Tre Fiore é outro belíssimo trunfo dessa parte da estrada. Fjordland, uma cavalgada que oferece uma parada estratégica, bem ao lado da majestosa pedra. Ali você pode percorrer essa linda fazenda em três tipos de passeios a cavalo e ainda se sentir em terras irlandesas. Outra opção interessante é o Eco Parque Pedra Azul Aventura, que o próprio nome já diz, oferece turismo de aventura e liberdade para interagir com a natureza.

Mais pro final da Rota, a vegetação vai ficando menos exuberante e mais rara devido ao aumento da ocupação humana nas margens e na área adjacente ao Parque. Nada que tire o encanto majestoso e imponente da nossa maior atração, a Pedra Azul que tem 1.822 metros de altitude, junto com a Pedra das Flores, com 1.909 metros de altitude, e a Pedra do Lagarto, formando um belíssimo conjunto rochoso granítico, que além de ser um dos cartões postais do Estado é também considerado um patrimônio geológico brasileiro.

A origem do nome Pedra Azul é devido a presença de líquens na rocha que lhe dão tons azulados quando avistada ao longe. Mas, de acordo com a época do ano e a incidência solar, a rocha pode ganhar cores com tonalidades que vão do laranja ao rosa.

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Foto por Marcelo Moryan/MTur

Esta área onde está o conjunto rochoso de Pedra Azul, devido a sua beleza cênica e biodiversidade, além
da ameaça de quase ter sido minerada para a construção da BR-262, foi declarada pelo decreto no 312 de
31 de outubro de 1960 como Reserva Florestal de Pedra Azul, tornando-se uma área protegida. Em 1991,
foi nomeada para Parque Estadual da Pedra Azul.

Vale uma visita ao Quadrado de São Paulo, ou Quadrado da Rota do Lagarto, que mais parece um cenário de filme e de novelas. Ninguém diz que você está no Brasil. Restaurantes descolados com menus para todos os gostos e bolsos, bares, ateliês e um cenário de construções bucólicas que misturam estilos alemães, italianos, portugueses e até suíços.

Onde ficar

Pousada Rabo do Lagarto

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Fotos por: Carlos Younes e Márcio Auriema

Foto destaque por: Vitor Jubini/MTur

Fonte: http://www.qualviagem.com.br/rota-do-lagarto-se-destaca-pelas-paisagens-no-espirito-santo/

Compartilhe:

Notícias relacionadas

  • DOMINGOS MARTINS: DO VERDE MAR AOS VERDES VALES CAPIXABAS

  • Selo Turista Consciente & Ambiente Responsável