Cine.Ema divulga programação cultural com mostras e bate-papos 2021

Com participação de Sônia Bridi e convidados, o Cine.Ema – Festival Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo acontece em formato semipresencial entre 18 de outubro e 05 de novembro. O 7º Festival Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo – Cine.Ema – divulgou, nesta quarta-feira (06), a programação cultural do evento que acontece em […]

Compartilhe:

Com participação de Sônia Bridi e convidados, o Cine.Ema – Festival Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo acontece em formato semipresencial entre 18 de outubro e 05 de novembro.

O 7º Festival Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo – Cine.Ema – divulgou, nesta quarta-feira (06), a programação cultural do evento que acontece em formato semipresencial neste ano. Debates sobre cinema e sustentabilidade, exibição de filmes, bate-papos, oficinas e muito mais acontecem entre os dias 18 de outubro e 05 de novembro. Os interessados podem conferir as atrações no site cineema.com.br, onde também ficarão disponíveis as mostras de cinema.

A abertura oficial será às 19h30, com transmissão ao vivo pelo canal do youtube do festival e pelo instagram do projeto @cine.emafestival. Participam a jornalista Sônia Bridi e o repórter cinematográfico Paulo Zero com mediação da jornalista Luanna Esteves. Outros bate-papos acontecem ao vivo durante a programação, como encontro entre cineastas e apresentação de projetos e experiências cinematográficas.  

Já as atividades presenciais, como oficinas de observação de aves, criação de podcast, debates, entre outras, serão realizadas junto às regiões das Montanhas Capixabas, do Frade e a Freira e de Aracruz, onde o festival promove Concurso Cultural de produção de Vídeo, Fotografia e Texto Criativo, com premiações para estudantes, professores e escolas. 

Para a 7ª Mostra Nacional Competitiva Cine.Ema, foram selecionados 13 curtas-metragens dos gêneros ficção, animação e documentário, que serão julgados por um júri convidado de 30 professores pertencentes a essas regiões que participaram ativamente do concurso. Já a Mostra Cine.Eminha, que difunde filmes ambientais para a garotada, serão exibidos quatro curtas. 

Além disso, uma novidade deste ano é a Mostra Paulo Freire, também com quatro filmes selecionados, que homenageia o centenário do pedagogo e patrono da educação brasileira. A ideia é refletir sobre a importância de um aprendizado emancipador e criativo através das vias culturais.

O Cine.Ema é uma realização da Caju Produções e Ministério do Turismo, com patrocínio do Grupo Águia Branca, Decolores e Imetame. Conta também com o apoio da Reserva Águia Branca e do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – IEMA. Com o tema “A Natureza é a Nossa Escola”, as atividades deste ano giram em torno de três eixos: Águas, Montanhas e Biodiversidade. 

O Cine.Ema

O Cine.Ema é um projeto cultural nacional e multiplataforma de educação ambiental, cujo objetivo é gerar consciência através do cinema, com difusão e premiação de obras audiovisuais que reflitam sobre memória, paisagens, realidades e desafios do meio ambiente de forma sensível e criativa. Inspirado na Pedra da Ema, ícone paisagístico e natural de Burarama e no significado universal da Ema, mãe natureza, a Mostra Nacional de Cinema Ambiental do Espírito Santo foi realizada pela primeira vez em 2015.

O projeto promove atividades formativas para crianças e adultos de comunidades que margeiam patrimônios naturais brasileiros, além de seminários ambientais reflexivos e temáticos que envolvem os desafios sustentáveis do nosso tempo. O Cine.Ema integra a rede de realizadores de festivais ambientais do Brasil, e é o único festival de cinema anual com este recorte temático realizado no Espírito Santo.

Programação Completa – 18 de outubro a 05 de novembro

Online em cineema.com.br

18/10 | 19h30 – 20h30

Palestra de Abertura Cine.Ema – Com Sônia Bridi e Paulo Zero 

Mediação: Luanna Esteves 

21/10 | 19h – 20h

Cine-papo sobre Seu projeto ganha o mundo – Com Ramon Luz 

Mediação: Carol Covre

25/10 | 19h – 20h

Cine.Papo com realizadores da Mostra Cine.Eminha e Mostra Paulo Freire

Mediação: Lucas Schuina

27/10 | 19h – 20h 

Cine.Papo com realizadores da Mostra Competitiva Nacional 

Mediação: Ursula Dart

Oficinas presenciais: Regiões das Montanhas Capixabas, do Frade e a Freira e de Aracruz

Oficina de observação de aves

A oficina de fotografia e observação de aves é um dos pilares principais de educação ambiental do Cine.Ema, sendo realizada desde 2015 no distrito de Burarama e desde 2018 na Reserva Ambiental Águia Branca. A oficina aguça os sentidos ao levar crianças para mergulharem no universo dos passarinhos em incursões de fotografia na mata. Técnicas de captação de imagens são aplicadas em meio a aulas práticas e teóricas que trabalham a percepção visual com o objetivo de fotografar diferentes espécies de pássaros nas matas do Espírito Santo.

Facilitador: Filipe Ventura

Frade e a Freira: 18 a 22/10 

Montanhas: 25 a 29/10 

Oficina de Vídeo Ambiental

Uma câmera na mão, uma ideia na cabeça e o desejo de fazer do mundo um lugar melhor. Um dos pilares principais da etapa educativa do Cine.Ema, a oficina de vídeo ambiental estimula a criação de conteúdo audiovisual em formato documental por adolescentes de regiões que margeiam patrimônios naturais, envolvendo memória e pertencimento.

Facilitadores: André Félix, Gui Castor e Iza Rosemberg

Frade e a Freira: 18 a 22/10 

Montanhas: 25 a 29/10 

Aracruz: 03 a 05/11 

Oficina de Podcast

Ampliando as potencialidades da etapa educativa do Cine.Ema, a oficina de podcast visa trazer aos participantes outras formas de se produzir conteúdo. A partir desta oficina, os adolescentes das regiões que margeiam patrimônios naturais irão aprender técnicas para que produzam seu podcast de maneira independente, a partir de questionamentos e inquietações em relação aos espaços aos quais pertencem e valendo-se de ferramentas que tenham em mãos.

Facilitadores: Ione Reis e Lara Toledo

Frade e a Freira:  18 a 22/10 

Montanhas: 25 a 29/10 

Aracruz: 03 a 05/11 

Expedição Fotográfica no Monumento O Frade e a Freira 

Data: 23/10

Horário: 7h

A expedição tem como objetivo proporcionar aos interessados em fotografia uma imersão nas paisagens naturais e na biodiversidade, com informações sobre o bioma da região, preservação ambiental e prática em fotografia de natureza.

Conexão Comunidade, Cultura & Sustentabilidade – Edição Reserva Águia Branca

26/10 

16h – Boas-vindas 

16h30 – Bate-papo – Os caminhos para a produção sustentável 

Os novos caminhos para a agricultura sustentável. O uso de tecnologias e práticas agrícolas para melhoria da produtividade da terra, diminuição dos impactos no meio ambiente e cuidado com a saúde dos agricultores e dos consumidores.

Local:  EMEB  – Rua Eugênio Fassarella – Alto Castelinho – Vargem Alta – ES

Convidados:

  • Murilo Antonio Pedroni – Senar ( Serviço de Aprendizagem Rural);
  • Itamar Arno Tesch – Empreendedor Sustentável – Afonso Cláudio; 
  • Margareti Klabbund Afonso Tesch –  Empreendedora Sustentável – Afonso Cláudio;
  • Macsuel Cipriano  – Presidente da Associação de Produtores Rurais de Castelinho – Vargem Alta – ES;
  • Mediação de Geraldo Dutra – historiador e educador socioambiental;  

27/10 

16h – Boas-vindas 

16h30 – Bate-papo – Restaurando o nosso futuro

Experiências e estratégias para restauração de ecossistemas na Mata Atlântica Capixaba. O uso de sistemas agroflorestais como alternativa de recuperação dos ambientes e de sustentabilidade na produção rural.

Local: Reserva Águia Branca – Alto Castelinho, Vargem Alta 

Convidados:

  • Andressa Catharina Mendes – Gerente de Educação e Pessoas no Instituto Terra – MG;
  • Paulo Henrique Radaik – Engenheiro agrônomo, agroecologista e permacultor – ES;
  • Thiago Godinho – Engenheiro florestal – Reserva Natural Vale – ES;
  • Emerson Araújo –  Empreendedor – Projeto Yçara  – Santa Teresa – ES;
  • Mediação de Geraldo Dutra – Historiador e Educador Socioambiental – ES

28/10 

9h –  Boas-vindas 

9h30 – Bate-papo – Conservação nas Montanhas Capixabas: A importância das reservas particulares para o desenvolvimento sustentável da região – PARTE 1

12h30 – Almoço Sustentável

14h – Bate-papo – Conservação nas Montanhas Capixabas: A importância das reservas particulares para o desenvolvimento sustentável da região – PARTE 2

Troca de saberes e experiências entre gestores de reservas particulares do patrimônio natural, as RPPNs. Possíveis caminhos para fortalecimento das unidades de conservação no território.

Local:  Reserva Águia Branca – Alto Castelinho, Vargem Alta

Convidados: 

  • Andressa Catharina Mendes – Gerente de Educação e Pessoas no Instituto Terra – MG;
  • Renata Bonfim  – Professora e presidente do Instituto Ambiental Reluz – Marechal Floriano – ES
  • Mediação  de Beto Mesquita – Engenheiro Florestal, Mestre em Conservação da Biodiversidade e Doutor em Ciências Ambientais e Florestais  e fundador e diretor técnico da PRESERVA – Associação de Reservas Particulares da Bahia e Sergipe. 
Compartilhe:

Notícias relacionadas

  • Experiências com café e cerveja terão destaque na RuralturES 2021

  • Informativo Montanhas Capixabas Convention